terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Sexo com Reis


OBS: Livro lido e resenhado para o Reading Challenge 2015, referente a categoria Um livro escrito por uma mulher.

Etapa: 2 de 52


Adquiri meu exemplar em uma sebo por R$15,00. Uma aquisição excelente. 

Se você está lendo a resenha pensando que esse é um livro de contos eróticos, vou ter que te decepcionar. Na verdade a autora Eleanor, que é jornalista, está mais focada em retratar um papel social do que era, digamos, um item obrigatório para os reis da Idade Moderna: uma amante. Ser amante naquela época era mais do que um simples caso extraconjugal, era um título. Um monarca poderia ter várias amantes, mas uma delas sempre era "a oficial" e recebia um maîtresse-en-titre. De acordo com cada época, isso poderia significar desde a influência política, artística e diplomática até alguns benefício$$ e títulos de ducado e marquesado.

A prática era tão comum, como uma herança histórica, que chegava a ser tolerada e incentivada pela Igreja. O casamento real era visto apenas como uma maneira de gerar herdeiros legítimos e manter a nobreza do sangue; a rainha, por sua vez, era limitada à sua fertilidade, além de ser educada para a frigidez. Esse conjunto de fatores, embora possa parecer motivo suficiente para justificar a presença da amante, contava com absurdos: havia reis que odiavam suas amantes, mas as tinham por convenção. Vai entender.

O livro dá exemplos não só da Inglaterra, mas também da França, Alemanha, Bávaria, Rússia e outros países europeus. E, após a leitura, fica quase impossível não ter uma listinha de amantes preferidas. Eu, por exemplo, gostei do caráter destemido da Gabrielle d'Estrées (amante de Henrique IV da França), da obstinação de Madame Pompadour (amante de Luís XV da França) e também da irreverência de Nell Gwyn (amante de Carlos II da Inglaterra).

Um livro essencialmente histórico, com gotas de sagacidade e observações pontuais. Se você gosta de ler sobre a monarquia e conhecer o lado mais humano do que o nobre, esse é o livro. Particularmente, meu interesse pela realeza não vem de Lady Di, mas sim de Henrique VIII, e pensei que me deliciaria com revelações bombásticas em relação à Ana Bolena. Maaaaas não foi bem assim. O livro traz poucas passagens sobre os dois (se não me engano, apenas duas ou três), no entanto o conteúdo é suficientemente instigante.

A autora utiliza-se de uma escrita sem pudores: munida de seu amplo conhecimento da época, revela escândalos polêmicos, reduz a corte da época ao seu caráter fétido e promove uma reflexão sobre posições sociais adquiridas. Um livro que informa ao mesmo tempo que diverte. Recomendado.


Autora: Eleanor Herman
Editora: Objetiva
IBSN: 8573027347
Páginas: 272
Edição: 
Ano: 2005

8 comentários:

  1. KKKKk...morri de tanto rir logo no primeiro paragrafo, foi por esse motivo mesmo que eu comecei a ler a resenha, mas não foi decepcionante não viu, foi uma agradável surpresa, nunca tinha ouvido falar do livro mas com certeza já esta na minha meta de leitura amei a resenha.

    BEIJOSSsss...

    http://sonhosdeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?
    Muito interessante esse livro, fiquei mega curiosa e pretendo ler. Bjus!!!
    http://lendoaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Nunca tinha ouvido falar sobre esse livro, mas me pareceu bem interessante! Nunca parei pra pensar sobre as amantes de monarcas, mas o livro deve trazer muita informação legal. Talvez eu leia um dia :)

    Beijosss
    bookspoison.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Dei boas risadas com o primeiro parágrafo, mas não me decepcionei e achei bem interesse a história do livro, nunca tinha parado pra pensar sobre isso, mais adorei a resenha e não pisquei em nenhum momento enquanto lia haha
    beijocas
    By Jeeh Sena

    ResponderExcluir
  5. Apenas pelo título eu já fiquei bem instigada, porque afinal sou uma enorme fã da realeza e esses períodos entre o século XV e XIX ... Adoro saber de todos esses babados e baixarias dos reis kkk
    acho que seria uma excelente leitura, pretendo adquirir meu exemplar e aliás, parabéns pela resenha :)
    Abraços...
    Ana Carolina Lopes
    www.dezenoveprimaveras.com.br

    ResponderExcluir
  6. Geeeeeeeeeeeeeeeeeente ,Para tudo !
    Tou do tipo Boca Aberta ,Super aberta , cara quando li o nome do livro já pensei em baboseira 94 horas kkkkkkkkkkkk , Nossa já estou vendo tudo vou ter que ler esse livro Criaturinha ,me convenceu em . ? rsrsrs Quero Muito ler ,Ótima resenha , a resenha mudou totalmente o que eu andava pensando agora kkkkkkkkkk ,que dizer Só um poquinho ..kkk
    http://garotinhaadolescentea.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Andressa!
    Você conseguiu. Quero esse livro. Não curto romances, mas qualquer coisa histórica é capaz de me fisgar. E como você disse, esse livro parece ser mais político do que romântico em si. Não sabia de toda essa trama por detrás das amantes do nobre, mas sempre que vejo ou leio qualquer coisa história, elas de fato estão presentes.
    Amei sua resenha. Também me sinto atraída pela vida da Bolena e também daquela famosa Elizabeth que "se banhava em sangue de virgens". Com certeza vou estar lendo o livro.
    Com carinho,
    Celly.

    http://melivrandoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oláaa ^_^ Eu assisti um filme recentemente e acredito que retrata um pouco dessa historia sobre amantes dos monarcas, foi o filme a Duquesa bastante interessante. Bjs, seu blog é Lindooo.

    ResponderExcluir