quarta-feira, 21 de abril de 2010

Proposta Machadiana...


(...) "Pois, senhores, nada me consola daquele soneto que não fiz. Mas, como eu creio que os sonetos existem feitos, como as odes e os dramas, e as demais obras de arte, por uma razão de ordem metafísica, dou esses dois versos ao primeiro desocupado que os quiser. Ao domingo, ou se estiver chovendo, ou na roça, em qualquer ocasião de lazer, pode tentar ver se o soneto sai. Tudo é dar-lhe uma idéia e encher o centro que falta."
Machado de Assis (Dom Casmurro - cap. LV - 'O Soneto').

Eis, então, minha tentativa:

A TROCA

Oh! flor do céu! oh! flor cândida e pura!
Em meu coração uma flecha te acerta,
Sobe-me à cabeça, perpassas a porta aberta:
Sinta-te à vontade para realizar tua loucura...

Minh'alma encontra-te imersa em candura
E guia-te à mente vazia e deserta
Deixando-me a tal realidade incerta
À espera, impassível, da cena futura...

O vento anuncia tua altiva chegada
A natureza participa, totalmente extasiada
O que pode, leva consigo e, em seguida espalha...

Ao fim do ato, percebo-te resignada
Para ti o "PERMANECE" não significa mais nada:
Ganha-se a vida, perde-se a batalha!...

Desses 14 versos, dois deles - o primeiro e o último - são de autoria de Machado de Assis. Fica então minha contribuição com a Literatura Brasileira...

4 comentários:

  1. Muito legal a ideia de misturar Machado de Assis a seus textos. Gosto muito de fazer isso mas, com trechos de Drummond.

    Ah, mudei algumas coisas no Idiotizando e espero a sua opinião lá!


    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Incrível! Também já pensei em "completar" esse poema, mas nunca me detive realmente a fazê-lo. Gostei bastante! =D

    ResponderExcluir
  3. Ótimos textos, criatividade sensacional. Parabens pelo blog viu!?

    ResponderExcluir
  4. Saudades de novos posts...

    Beijos flor

    ResponderExcluir