sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

A Lista Negra


OBS: Livro lido e resenhado para o Reading Challenge 2015, referente a categoria Um livro ambientado no Ensino Médio.


Etapa: 1 de 52

Resolvi incluir esse livro na minha lista de leituras depois de ler e assistir a resenha da Pâm Gonçalves, do Garota It. Ela falou tão bem e recomendou o livro com tanta certeza que eu pensei "Tenho que ler esse livro. Urgentemente". No outro dia, eu já estava com o meu exemplar. Encaixei o título nas minhas metas de leitura para 2015 e deixo agora a resenha para vocês. 

Não há spoiler na resenha. Todas as informações abaixo não comprometem a leitura e estão presentes na sinopse oficial.

Esse é o primeiro livro da escritora norte-americana, Jennifer Brown, que foi traduzido para o português por Claudio Blanc. Tratando não somente do bullying praticado pelos adolescentes, mas também de suas consequências, o livro  é narrado em primeira pessoa pela personagem Valerie Leftman. Estudante do ensino médio, vê sua vida revirada após seu namorado disparar contra pessoas na escola onde os dois estudavam.

O estopim desse ato extremo por parte de Nick, o namorado de Valerie, seria uma lista alimentada por ambos com nomes de pessoas e coisas que eles gostariam que não existissem, a tal "Lista Negra". Valerie a usava como um 'refúgio', já Nick a via de uma maneira diferente, mais séria, e a usou para escolher suas vítimas.

A narrativa é bem elaborada. Misturando notícias locais aos acontecimentos e resgatando flashbacks, a autora nos leva ao dilema moral de Valerie: ela é culpada ou não? Ter impedido que Nick atirasse na garota que mais praticava bullying contra ela  e, assim, parar o tiroteio, faz dela uma heroína? Ou uma traidora?

Esse livro busca refletir sobre os pontos extremos aos quais uma pessoa que sofre bullying pode chegar. Ela é culpada ao ser extrema? O que ela passou antes e que a levou a tal atitude a redimi de tantas mortes? Essas são questões levantadas durante a leitura e cabe a cada leitor responder. Após a leitura, não acredito que haja "certo" e "errado". Todas as atitudes do livro se justificam de acordo com as experiências dos personagens, o cotidiano de cada um, suas forças e fraquezas.

Não é um livro ruim e também não é extraordinário. Seu diferencial está em mostrar a questão do bullying sobre um outro prisma. A leitura é tranquila e confesso que criei expectativas demais após a resenha do Garota It. Por ser um livro contado sobre a perspectiva de alguém bem próximo do atirador (no caso, a Valerie era namorada do Nick), pequei ao fazer um paralelo entre "A Lista Negra" e "Precisamos falar sobre o Kevin", pois em questão de estilo, enredo, construção da narrativa e sagacidade, fico com este último.

Autora: Jennifer Brown
Editora: Gutemberg
IBSN: 9788565383110
Páginas: 272
Edição: 
Ano: 2012 

2 comentários:

  1. Quero muito ler este livro! Sua resenha foi a primeira que eu vi com menos de 4 estrelas hahaha sempre bom conhecer uma opinião diferente das demais. Você faz sentido em suas colocações e consegue manter sua linha de raciocínio. Muito boa tua resenha, adoro este blog <3 voltarei sempre.
    Beijos,
    Vitoria.
    P.s: saiu um novo post da web Caso 54 - Tales lá no meu blog! Corre conferir: http://lonelyfireflies.blogspot.com.br/2015/01/web-caso-54-tales-capitulo-2-parte-1.html#.VMLP7vnxrvc

    ResponderExcluir
  2. Comecei a ler esse livro ano passado, mas não passei das primeiras páginas... até por era em pdf e não gosto muito, prefiro o físico, porém não foi fator determinante, porque quando gosto, mesmo sendo pdf, vou até o fim, a temática me interessou, mas a narrativa não me cativou, não consegui ir para frente. Pretendo tentar lê-lo novamente, mas não agora...

    Beijos

    ResponderExcluir