quinta-feira, 19 de abril de 2018

Às quintas-feiras não paramos o dia todo

Reprodução/Pexels
Acordei e vi que tinha um monte de mensagens lá no Minha Calça Minhas Regras. Aparentemente, todo mundo resolveu desenterrar fotos e vídeos do início da faculdade, vulgo 2015. Eu, que sempre recorro aos stories pra me animar e levantar, encontrei ali forças pra acordar de bom humor. Meu Deus do céu, era cada foto! Tinha foto minha com 'cara de quem nunca tonha virado a noite na balada' (palavras do Fred hahaha) e um vídeo de quando a gente resolveu ser descontraidão depois da aula.

Mas esse momento várzea, que durou 20 minutos, precisou acabar porque eu tinha que editar um vídeo antes de ir pra minha aula, que começava às 9h.

Graças ao Premiere que baixei ontem por bondade do Fred, que compartilhou um link free&novírus comigo, pude fazer a edição em um tempo decente. O problema mesmo - e a demora - consistiu em achar um site decente pra fazer download do vídeo do youtube. Estava sendo uma morte lenta, mas achei um site e deu pra baixar o vídeo sem maiores estresses.

Editei um side by side com a cena original de Pretty Little Liars na esquerda e o remake na direita. Também aproveitei pra pegar o vídeo em alta que as garotas do meu grupo tinham passado e editar o áudio. Deu tudo certo, subi os vídeos no Google Drive e compartilhei com elas.

Minha sensação de vitória durou poucos segundos porque faltavam apenas 15 minutos pras 9h quando eu terminei. Me arrumei numa velocidade recorde e corri pra escovar os dentes antes de ir pra aula. Porém, quando estava fechando a porta do quarto, lembrei que tinha esquecido o óculos e voltei pra pegar.

Cheguei na aula de Temas do Jornalismo Contemporâneo uns minutinhos atrasada, mas o professor não tinha começado a falar. Acabei tendo que escolher o tema do meu trabalho no pulo do gato porque eu não tinha pensado muito sobre o assunto. Essa pressão, com a qual eu não contava, no entanto, acabou sendo um incentivo muito bom pra eu escolher enfim o assunto que irei abordar no meu trabalho. Quero falar sobre a sustentação econômica das publicações no mundo digital, fazendo um parelelo entre Portugal e Brasil.

Depois de falar meu tema, eu só queria o intervalo para poder tomar café da manhã. Era tanta fome que minha barriga até roncou alto umas duas, três vezes no meu da aula. No intervalo fui com dois colegas de classe comer algo e que felicidade tirar a barriga da miséria hahaha.

De volta à sala, a aula foi sobre gatekeeping e gatewatching e o professor orientou cada um dos alunos. Na minha vez de ser orientada, ele me passou o contato de uma jornalista que trabalha com.um site no estilo que eu quero trabalhar no meu projeto e me disse pra pensar a bibliografia do trabalho pra eu ter base na hora de começar a estruturá-lo.

Depois da aula, acabei batendo um papo com duas colegas de sala e uma delas começou a falar sobre saudade. O que ela falou ficou girando e girabdo na minha mente durante o dia todo. Fomos conversando até a entrada da universidade quando a Mari e a Karen apareceram e disseram que iriam nos correios e depois iam comer no Mr. Pizza. Fui com elas.
Chegando nos correios, eu notei que eles vendiam livros! Fiquei mais pasma ainda ao ver que eles tinham a HQ de O diário de Anne Frank, identica à que eu comprei na Lello quando estive em Porto.

Saímos pra ir comer e eu acabei pedindo uma margherita. Comi e bati papo com as meninas. Quando terminamos, a Mari foi pra casa dela e a Karen e eu voltamos pra faculdade, pra nossa aula de Laboratório Multimídia II. Fomos o primeiro grupo a apresentar o trabalho e nosso remake ficou entre os melhores da sala. Senti uma pontadinha de orgulho.

Depois das apresentações, a professora explicou como deveria ser nosso spot publicitário e mostrou várias referências.

Já em casa, falei com meu irmão e mandei mensagem pra minha irmã, porque ela tinha enviado um vídeo super fofinho da minha sobrinha com uma foto minha (ai, como eu amo essa bebê!). Depois falei com o Fred e ele me mandou uma crítica que tinha escrito, mas eu precisava fazer meu trabalho de programação, então falei que leria depois. Só que a fome bateu e eu disse pra fazer janta.

O Tarciso tinha me mandado mensagem contando que lâmpada do quarto dele tinha queimado e eu só lembrei da mensagem quase 19h, quando ele já tinha conseguido trocar.

Descemos pra jantar, mas nosso molho estava com fungo! Daí tivemos que jogar fora e ele foi comprar outro.

Fiz a janta e me esbaldei comendo.
Voltei pro quarto pra terminar um dos exercícios de programação e fiquei neles até 23h, quando resolvi parar e postar esse texto antes que meus olhos se fechem de vez e eu durma. Acabada me define.

Nenhum comentário:

Postar um comentário